Stairs Digital

Página Principal

Big Data

A humanidade está avançando em um ritmo muito acelerado, e nos últimos 100 anos tivemos um progresso imensamente maior do que nos últimos 500 anos. Essa aceleração na tecnologia e em como nos relacionamos com ela produz uma quantidade de dados de tamanhos astronômicos, e muda totalmente a forma como recebemos, armazenamos e principalmente a forma como tratamos essa grande quantidade de informações e o que fazemos com ela. Vamos falar um pouco sobre o Big Data, que é e o que fazemos com ela!

O termo Big Data serve nada mais do que para descrever o grande volume de dados que produzimos atualmente e o que fazemos com esses dados. Desde dados estruturas á dados não estruturados. Porém o Big Data não é direcionado ao tamanho das inúmeras informações produzidas, e sim como elas são tratadas, analisadas e servem para a tomada de decisões em grandes empresas, análise de negócios e os insighs que podemos obter através dessa grande quantidade de informações.

Porém o Big Data, assim como maioria das tecnologias tal qual as conhecemos já faladas em outros post da Stairs, não é assim tão recente, apenas o termo é novo, mas o uso de uma grande quantidade de dados para análise e melhores decisões já é usado há muito tempo, porém de formas diferentes. Hoje a maioria dessas informações são coletadas através da internet, podemos dizer que quase 100% delas, mas nem sempre foi assim. Em meados de 1663, John Graunt, através de inúmeros tipos de fontes
disponíveis na época, usou uma grande quantidade de dados para estudar a peste bulbônica que assolava a Europa, e se pensarmos na usabilidade do termo, John estava baseando seus estudos em um Big Data.

Mas falando um pouco mais sobre o dias atuais, em que a produção de dados é incomparável, grandes empresas como o Google e o Facebook produzem, armazenam e processam uma quantidade enorme de dados, e os usam para inúmeros fins, traçando perfis para cada usuário e direcionando serviços e produtos de acordo com suas preferências, pesquisas e informações que são buscadas ou inseridas nas plataformas.

Mais Artigos

o-que-machine-learning

receba NOSSAS NOVIDADES

Para se ter uma ideia dessa quantidade de dados...

…Diariamente são inseridas cerca de 300 milhões de imagens na rede, o Facebook já produziu mais de 300 Petabytes de dados, recebidos por meio dos seus mais de 1 bilhão de usuários, já imaginou?

Através do recebimento e processamento desses dados, é possível saber onde você esteve, o que comeu, qual filme assistiu, quais são as lojas de sua preferência, quais são seus gostos musicais, além de uma quantidade gigantesca de informações sobre você que talvez você não imaginasse que fosse possível saber, sem contar a  grande variedade de serviços que são possíveis graças a essa capacidade de processamento de dados em massa. Um outro exemplo: Quando você faz uma pesquisa no Google, ao começar a digitar o software já vai listando uma série de opções, e provavelmente o que você procura estará no meio…mas como isso é possível?  Justamente devido ao avanço da tecnologia e a essa capacidade de obter e processar informações, armazenando tudo o que é pesquisado, criando assim serviços com essas informações, como as simples sugestões de pesquisa.

como-funciona-o-big-data

Com o uso do Big Data, é possível traçar uma série de estratégias para aumento do número de vendas, reconhecimento de públicos, melhorias em diversos setores que possibilitam uma maior produção e redução de custos. O poder de processamento do Big Data também é utilizado em pesquisas de inúmeros setores que vão desde
a tecnologia ao uso de recursos naturais e ambientalismo, pois é possível traçar uma série de possíveis cenários, correlacionando esses dados obtendo dessa forma os melhores resultados em poucas horas.

As possibilidades que o Big Data trazem são enormes e extremamente importantes, auxiliando e impactando diretamente em melhorias nas decisões ou nos resultados esperados, com uma gama muito maior de alternativas que antes só eram possíveis após uma grande e trabalhosa pesquisa de mercado ou análise manual de dezenas de milhares de informações e agrupamento de tópicos importantes, para extrair então desse montante, as informações necessárias!